Desabafo 1: SES-DF

Desabafo 1: SES-DF

Desabafo 1: SES-DF

Nenhum comentário em Desabafo 1: SES-DF
0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 0 Flares ×

Recordo a imensa alegria que senti ao receber o telegrama do Governo do Distrito Federal a dizer que eu estava nomeado para o cargo de “Técnico Administrativo” da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal, doravante, SES-DF.

Sim, já fui da SES-DF. Lá estive por quase 3 anos. E não, não é uma “mãe” como alguns antigos insistiam em dizer e a me congratular pela nomeação. Esta qualidade materna poderia ser no tempo deles.

Hoje, é uma pasta mambembe!

Desprezível!

Colegas notáveis, que vestiram a camisa, adoeceram! Outros foram mais inteligentes e foram aprovados noutros concursos.

Eu também fiquei DOENTE. Completamente F-U-D-I-D-O!

E, felizmente, também saí aprovado noutro concurso…

E por que minha experiência não foi positiva? Por pequenos acontecimentos diários que acabam por minar as nossas forças completamente.

A começar pela recepção, na sede do órgão, que é a mais estúpida possível! Os servidores que lá estão, com raríssimas exceções, tratam-nos com tal grosseria (simplesmente por perguntarmos onde fica determinado setor) que você se questiona se realmente deseja adentrar aquele órgão. E não foi só comigo, antes que achem que reclamo demais.

Após a designação para o local de trabalho, constatei que há profissionais comprometidos, dedicados, mas que ouvem desaforos e reclamações pela incompetência de muitos que lá parasitam.

Constatei uma péssima alimentação fornecida pela SANOLI, aliás, os antigos disseram-me que as refeições eram boas. Não sei o que ocorre com os tempos modernos…

Médicos e enfermeiros escrotos, com raras exceções. Médicos que enrolam mesmo; fazem cursos online; dormem; saem dos consultórios a todo momento para tomar café e conversar. Enfermeiros que mexem no celular; que não chamam pra triagem… Chefia espúria. Indicada politicamente e conivente com aberrações administrativas que, indubitavelmente, dariam estrondosos PADs.

Sistema “Track Care” pífio! Nem sou programador e sei que ele apresenta inúmeras inconsistências. Fora o péssimo serviço de assistência que só funcionava a partir de 8h e terminava às 16h. Sendo que a unidade era 24h. É uma piada mesmo! 

SAMU, “longa manus” da SES, que não serve para absolutamente NADA. Atendentes arrogantes, grosseiros e que não se dignam com a dor alheia. Faziam pouco caso até com a restrição quando eu tinha a infelicidade de dar essa informação. Por várias vezes, até para socorrer ex-alunos, eles foram totalmente imprestáveis!

A Regulação? P-I-A-D-A!

Adoeci naquele lugar.

Adoeci porque avoquei para mim as dores dos pacientes; os problemas administrativos que para uns podem ser simples, mas que eu me COLOCAVA no lugar do servidor e tentava resolver o mais rapidamente possível…

A SES-DF é uma vergonha!

Felizmente saí de lá. E saí a tempo de não enlouquecer.

Transformá-la em instituto não VAI ALTERAR PORRA NENHUMA. Maquiagem pura!

Tenho pena dos colegas BONS E REALMENTE PROFISSIONAIS que lá estão. Esses que fazem a bagaça fluir, do contrário, já estava completamente falida.

Nem tudo era ruim, claro.

Havia a possibilidade de flexibilizar o horário. Havia demandas sazonais. Havia amigos e amigas valorosos e que sinto falta.

Mas, para ficar no sistema e conjecturar uma aposentadoria? Jamais!

Muito ruim!

 





0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 0 Flares ×

Deixe um comentário

Redes Sociais

Back to Top

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 0 Flares ×