Cientistas revelam nova visão do núcleo da Terra

Cientistas revelam nova visão do núcleo da Terra

Cientistas revelam nova visão do núcleo da Terra

Nenhum comentário em Cientistas revelam nova visão do núcleo da Terra
0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 0 Flares ×

Cientistas chineses e americanos realizaram estudos que indicam que o núcleo interno da Terra é uma região sólida composta por duas partes, o que poderia apresentar uma nova informação sobre a origem de nosso planeta, segundo um relatório publicado nesta terça-feira pela revista “Nature”.

A pesquisa, feita por especialistas da Universidade de Illinois (EUA) e de Nanquim (China), sugere que o núcleo de nosso planeta tem outra região diferente em seu centro.

A equipe de geofísicos acredita que a estrutura dos cristais de ferro seja diferente da que se encontra na parte externa do núcleo interno.

Sem serem capazes de perfurar o coração da Terra, os cientistas escutam as vibrações para tentarem descobrir seu conteúdo, através da sismologia.

Desse modo, os especialistas usam os ecos gerados pelos terremotos para estudar o núcleo da Terra mediante a análise da forma em que mudam à medida em que viajam através de nosso planeta.

Liderado por Xiaodong Song, professor da Universidade de Illinois, a equipe aponta que o núcleo interno da Terra, uma região sólida aproximadamente do tamanho da Lua, é composto por duas partes.

Os dados da onda sísmica revelam que os cristais de ferro da parte mais interna do núcleo estão alinhados em direção leste a oeste. Já os que estão no núcleo “exterior” se alinham em direção norte a sul, de forma vertical.

“O fato de estarmos descobrindo diferentes estruturas de distintas regiões do núcleo interno pode acrescentar algo para nós sobre a longa história da Terra. Poderia ser a chave para a evolução do planeta”, disse Song.

A descoberta aponta que o núcleo interno contém cristais de diferente escala, que se formaram em condições distintas e que o nosso planeta pode ter sofrido uma mudança dramática durante esse tempo.

A esfera central da Terra, que se encontra a mais de 5.000 quilômetros, começou a se solidificar há cerca de um bilhão de anos, e continua crescendo aproximadamente 0,5 milímetro por ano.

Por enquanto, o modelo proposto neste trabalho precisa contrastar provas para analisar as propriedades sísmicas do núcleo mais profundo da Terra, segundo concluem os especialistas.

Fonte: http://atarde.uol.com.br/cienciaevida/noticias/1659236-cientistas-revelam-nova-visao-do-nucleo-da-terra

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 0 Flares ×

Deixe um comentário

Redes Sociais

Back to Top

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 0 Flares ×