Caso raro de câncer formado por células de verme intriga cientistas

Caso raro de câncer formado por células de verme intriga cientistas

Caso raro de câncer formado por células de verme intriga cientistas

Nenhum comentário em Caso raro de câncer formado por células de verme intriga cientistas
1 Flares Facebook 1 Twitter 0 Google+ 0 1 Flares ×

Artigo publicado em jornal científico detalha a surpresa de médicos ao perceber que as células cancerígenas encontradas no paciente eram formadas por DNA de Hymenolepis nana, também conhecido como tênia-anã

Especialistas relataram ter passado várias noites sem dormir para descobrir um caso raro de câncer em um paciente. Médicos disseram que o caso, detalhado na publicação científica “New England Journal of Medicine”, era “maluco” e incomum. O paciente, um colombiano de 41 anos, faleceu com tumores no pulmão e nos gânglios linfáticos, formados por tecidos cancerígenos de um verme parasita, identificado como Hymenolepis nana. Os organismos cresceram nos órgãos do homem, que tinha HIV e um sistema imunológico totalmente fragilizado.

O diagnostico foi feito em parceria entre os Centros de Controle e Prevenção de Doenças nos Estados Unidos (CDC, na sigla inglesa) e o Museu de História Natural do Reino Unido. Os médicos colombianos fizeram exames para tentar diagnosticar o que afetava o paciente em 2013, quando ele tinha 41 anos, e verificaram que ele aparentava ter tumores normais, alguns com mais de 4 cm de comprimento, em seus pulmões, fígado e outros locais do corpo.

Uma avaliação mais complexa demonstrou que as células de câncer não eram humanas, já que possuíam apenas um décimo do tamanho usual de células humanas. Um dos especialistas do CDC, Atis Muehlenbachs, chegou a afirmar que o caso “não fazia sentido”. No entanto, ao final dos testes moleculares foram identificados altos níveis de DNA de tênia nos tumores. A reação do próprio médico foi de “descrença total”. “Ficamos surpresos quando descobrimos este novo tipo de doença: uma tênia que crescia dentro de uma pessoa teve câncer e esse câncer contagiou a pessoa, que desenvolveu tumores”, disse o pesquisador Muehlenbachs, que é um dos autores do estudo publicado na quarta-feira (4/11) pelo jornal especializado.

O estado do paciente já estava avançado demais quando os médicos identificaram a causa de seus tumores e ele morreu três dias após o DNA do parasita ser descoberto. O tecido em questão veio de uma espécie de verme, a Hymenolepis nana, também conhecido como tênia-anã. O pesquisador Atis Muehlenbachs estima que podem haver mais casos, principalmente nas pessoas infectadas pelo vírus HIV, cujo sistema imunológico está debilitado.

Verme frequente

A tênia é o parasita mais frequente nos seres humanos. É detectado em cerca de 75 milhões de pessoas em todo o mundo, principalmente nos países em desenvolvimento e especialmente entre as crianças. Geralmente não apresenta sintomas. Cerca de 90% do corpo do verme é dedicado à reprodução, já que expele milhares de ovos no intestino todos os dias.

Os especialistas acreditam que, em vez de o verme desenvolver um câncer, um desses ovos pode ter penetrado na mucosa intestinal, onde passou por uma mutação e acabou se tornando cancerígeno. Os médicos acrescentam que lavar as mãos e cozinhar legumes crus é a melhor forma de prevenir parasitas.

Fonte: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/ciencia-e-saude/2015/11/06/interna_ciencia_saude,505295/caso-raro-de-cancer-formado-por-celulas-de-verme-intriga-cientistas.shtml




1 Flares Facebook 1 Twitter 0 Google+ 0 1 Flares ×

Deixe um comentário

Redes Sociais

Back to Top

1 Flares Facebook 1 Twitter 0 Google+ 0 1 Flares ×