Ao vencedor, as batatas

Ao vencedor, as batatas

Ao vencedor, as batatas

Nenhum comentário em Ao vencedor, as batatas
0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 0 Flares ×

Como diria o ínclito Machado de Assis: “Ao vencedor, as batatas”.

O Messias, pela alucinação da turba sem consciência política, foi guindado ao posto máximo do país (lamentavelmente). Mas, o paladino contra a corrupção materializará, nestas plagas, a paz social (é o que dizem).

Eu e meus compatriotas viveremos em local insuspeito!

Nem desejo mais partir para Valhala, afinal, aqui é a terra em que “águas são muitas; infindas. E em tal maneira é graciosa que, querendo-a aproveitar, dar-se-á nela tudo, por bem das águas que tem”.

A partir do dia 1º de janeiro de 2019, que eu anseio ardentemente, sob a batuta das pessoas honestas e governantes incorruptíveis, não haverá mais “gatos” nas operadoras de televisão paga. Afinal de contas, isso é coisa de corrupto e, aqueles que elegemos o Messias não somos corruptos.

Não haverá sonegação do IRPF, nem aquele procedimento médico falso para aumentar o valor da restituição. Sonegar é coisa de petista.

Não haverá entrega de atestado médico falso, para faltar ao trabalho.

Não haverá o uso de carteira estudantil para a entrada naquela festinha bacana ou para assistir ao filme no cinema pagando o valor de meia entrada.

Não haverá o furto de bens da repartição pública (sim, a caneta é um bem do órgão), tampouco será utilizada a impressora do local para fins particulares (como para imprimir a apostila da faculdade ou aquela conta que está atrasada).

Não haverá a compra de produtos “piratas”, afinal, isso é coisa de chinês (E a China é comunista!), as pessoas, que caminharam pelo país a defender o notável capitão, comprarão produtos originais.

Não haverá o uso de carros oficiais para fins particulares (levar o filho ao colégio, fazer compras…).

Não haverá o furo de filas. Não haverá assentos em transportes coletivos ocupados por jovens desordeiros e comunistas! Mas, por idosos, mulheres gestantes, pessoas com necessidades especiais e crianças.

Não haverá o consumo de bebidas alcoólicas antes de se dirigir, tampouco a venda delas para as nossas crianças (tão inocentes e contaminadas pelo “kit gay”). Aliás, vamos radicalizar contra essas pornografias que vilipendiam nossas crianças inocentes.

Os cargos de chefia ou de maiores responsabilidades serão por meritocracia, na total acepção da palavra, e não por indicação política ou indicação de pastor. Os currículos serão avaliados minuciosamente e não por indicação. Chega dessa petralhada indicando quem nos dirige ou quem trabalha nos lugares.

O mais incrível será o campo educacional! Oh, Deus, como nossa educação se transformará! Nossos discentes terão posturas ilibadas, vão respeitar seus mestres, farão o dever de casa, vão expulsar de suas bases epistemológicas o odiento Paulo Freire, afinal, ele não sabe de absolutamente nada; comunista de merda!

O mais incrível será o comportamento dos(as) alunos(as) do ensino superior que não vão “colar”; não vão plagiar trabalhos acadêmicos do Zé Moleza ou outros sites desse mundo sem lei da Internet; não vão assinar a lista de chamada pelo outro (falsidade ideológica que fala, né?); eles vão comprar todos os livros originais e não aceitarão cópias, porque isso fere o direito autoral.

As pessoas devolverão o troco, quando este vier a mais em suas compras do cotidiano, afinal, elas serão extremamente honestas! Marcharam contra a corrupção desse odioso PT, com a camisa da seleção brasileira. Não serão eles que vão pagar o pato, né?

Meus diletos amigos e amigas, após aquela viagem ao exterior das férias, respeitarão a cota de $500 dólares. Afinal, como eles são honestíssimos, é óbvio que vão declarar absolutamente TUDO para a nossa impoluta Receita Federal.

Os aposentados, que nunca bateram ponto na vida e que já foram chamados de vagabundos pelo FHC, ligarão para a Previdência Social no dia 02/01/2019 e dirão que não vão aceitar mais receber aquela aposentadoria fantasma feita há 30 anos.

No dia 1º de janeiro, apesar de feriado internacional, já terá fila no Detran para a regularização do documento do carro, para não precisar dar aquela propina ao policial. Aliás, o próprio policial vai ser tão valorizado e respeitado, que ele não irá mais aceitar esse tipo de situação. Sendo uma mulher “gostosa”, o filho de um diplomata ou um neguinho pobre, ele aplicará a lei!

Poderemos transitar pela via pública com a máxima segurança, pois todos os cidadãos e cidadãs de bem estarão armados sob a batuta da “excludente de ilicitude”.

Nossos políticos serão homens e mulheres notáveis! Sem penduricalhos, sem mordomias, trabalharão de segunda a segunda pelo seu povo tão querido.

As licitações serão todas transparentes, sem favorecimentos de quaisquer espécies.

Não haverá superfaturamento em obras.

Não haverá apadrinhados políticos.

Não haverá oração da propina.

Haverá a redução da máquina pública.

Haverá poucos direitos e emprego pleno. Ou melhor, conforme foi dito pelo Messias nenhum direito e emprego a todo vapor, sob a égide do guru “Ipiranga”.

Haverá concorrência, pois a abertura do mercado ocorrerá “sem o viés ideológico” e então, finalmente, eu poderei usufruir do Sírio Libanês ou do Albert Einstein, quando ficar com a garganta inflamada.

Ou poderei escolher qualquer empresa para um determinado serviço, pois não haverá mais monopólios, tampouco cartéis. Tudo será as claras e eu poderei escolher os melhores serviços para mim. Viva a concorrência e o livre mercado!

Serviço público pra quê? Vamos excluir todos esses vagabundos e imprestáveis que pesam sobre a Previdência e vamos terceirizar tudo. Assim, teremos atendentes cordiais e sempre sorridentes! O problema do serviço público é a estabilidade! Canalhas! Vagabundos! Petistas de merda! Ah, como será maravilhoso!

Este Capitão da ética e dos bons costumes fará de nossas vidas uma verdadeira “radicalização” moral e poderemos expulsar essa petralhada do país, bando de maconheiros e inúteis.

E o que dizer de nossas famílias? Serão mais unidas, mais amorosas, sem violência doméstica, sem agressões, sem as condutas sub-reptícias para favorecimentos de poucos familiares; sem a exploração dos nossos idosos; sem brigas por causa de partilhas/heranças! Será a família dos sonhos!

Vamos, enfim, acabar com esses penduricalhos como 13º ou bolsa família, afinal, são vagabundos/parasitas que usam esse tipo de coisa. E meus impostos não são para isso! Que país maravilhoso! Que dia 1º chegue logo. Melhor “Jair” se acostumando, porque “ao vencedor, as batatas”.

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 0 Flares ×

Deixe um comentário

Redes Sociais

Back to Top

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 0 Flares ×